Category: VARIAÇÕES___

CADAVRE-EXQUIS: Homenagem à poesia do acaso

29 Outubro 2019

Escrito por ALUNOS DE ESTÉTICA E LINGUAGEM, FLUP 2018/2019

Produção coletiva, a 26 de fevereiro de 2019, na aula de Estética e Linguagem, Faculdade de Letras da Universidade do Porto (2018/2019).

(more…)
Conteúdos Relacionados
Uma imagem de Sophia VARIAÇÕES 29 Outubro 2019 Escrito por NUNO JÚDICE Ó noite, flor
“De olhos bem abertos”: breve evocação de Sophia de Mello Breyner Andresen GRANDE ENTREVISTA 29
Sophia: O que há num nome EDITORIAL 29 Outubro 2019 Escrito por MARIA LUÍSA MALATO
Dignidade na palavra e na sabedoria LEITURAS 29 Outubro 2019 Escrito por GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS
Sophia e a dança LEITURAS 29 Outubro 2019 Escrito por MARIA JOSÉ MAGALHÃES DA SILVA

Ut pictura poesis: mil palavras, mil imagens, Mil-homens

29 Outubro 2019

Escrito por SARA AUGUSTO

A relação interartística, entre poesia e fotografia, que seria de esperar da parte de quem lida com os dois domínios como coisa própria, não se apresenta de forma continuada.

No breve livro de poesia com o vasto título de «Universália», diz-se: “Estariam secas as fontes/ destes versos/ não fora os medos/ que sobrevivem, tão perversos,/ eternos bronzes/ da estatuária dos degredos (1919, p. 34). Os versos, cortados e incisivos, apontam uma das razões mais fundas para o exercício poético de António Duarte Mil-Homens: a poesia como movimento íntimo de liberdade, sentido como urgente a partir das contingências quotidianas. Neste contexto, o sentido do “medo” atinge uma dimensão ampla, manifestando, sobretudo, a condição tão frágil, mas também tão efémera, da vida humana.

(more…)
Conteúdos Relacionados
Uma imagem de Sophia VARIAÇÕES 29 Outubro 2019 Escrito por NUNO JÚDICE Ó noite, flor
“De olhos bem abertos”: breve evocação de Sophia de Mello Breyner Andresen GRANDE ENTREVISTA 29
Sophia: O que há num nome EDITORIAL 29 Outubro 2019 Escrito por MARIA LUÍSA MALATO
Dignidade na palavra e na sabedoria LEITURAS 29 Outubro 2019 Escrito por GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS
Sophia e a dança LEITURAS 29 Outubro 2019 Escrito por MARIA JOSÉ MAGALHÃES DA SILVA

Uma imagem de Sophia

29 Outubro 2019

Escrito por NUNO JÚDICE

Ó noite, flor acesa, quem te colhe?

Sophia

(more…)
Conteúdos Relacionados
CADAVRE-EXQUIS: Homenagem à poesia do acaso VARIAÇÕES 29 Outubro 2019 Escrito por ALUNOS DE ESTÉTICA
“De olhos bem abertos”: breve evocação de Sophia de Mello Breyner Andresen GRANDE ENTREVISTA 29
Sophia: O que há num nome EDITORIAL 29 Outubro 2019 Escrito por MARIA LUÍSA MALATO
Dignidade na palavra e na sabedoria LEITURAS 29 Outubro 2019 Escrito por GUILHERME D'OLIVEIRA MARTINS
Sophia e a dança LEITURAS 29 Outubro 2019 Escrito por MARIA JOSÉ MAGALHÃES DA SILVA